domingo, 10 de dezembro de 2017

Revista Sábado "Diverte-te com a Lego" #4...

E como tinha anunciado na minha anterior "review" desta colecção Lego da revista Sábado, o conjunto em polybag desta semana que passou foi o carro da polícia.


Pequeno, fácil de montar e pertencente, mais uma vez, ao tema Lego City que faz parelha com o Helicóptero que saiu na outra semana.
Este carro simples vem com apetrechos curiosos e não muito comuns nestes pequenos polybags.

Para além do carro, o polícia sinaleiro vem apetrechado com uma raquete de sinalização, dois pinos e um par de algemas. Sério e nada dado a brincadeiras, este polícia vem preparado para qualquer eventualidade de tráfego ou acidente.


O melhor de tudo é que todos estes acessórios podem ser armazenados no próprio carro, tornando o design do mesmo muito bem pensado e apelativo a quem gosta dos detalhes nestes pequenas polybags Lego.
Esta semana voltamos ao tema Lego City com um conjunto que se arrisca a ser o melhor desta colecção da Sábado...

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Leituras do Best...Playmobil #21...

Não é por estar a chegar o Natal que a revista Playmobil se centra este mês num dos meus temas favoritos. Prefiro pensar que é por coincidência e que este tema realmente agrada a muitos.


Nesta edição 21 o tema principal é o mundo dos piratas e o brinde vem fazer justiça ao fascínio que estes aventureiros dos mares provocam na maior parte das vezes.


As duas aventuras vêm de encontro ao meu gosto pessoal com "O Tesouro da Caveira Dourada", que acompanha o pirata Pedro Pistolas e com uma aventura na época dos cavaleiros em "O Santo Graal" que tem como protagonista um cavaleiro do tempo do Rei Artur, Sir Percival de Leão.


O poster duplo é inevitável e como não podia deixar de ser, alguns passatempos e a figura de brinde que é fantástica.


Pedro Pistolas vem equipado com as suas pistolas, uma espada e com o seu companheiro nesta aventura, a caveira dourada de Black Jack.


Como sempre é um brinde cheio de detalhe e muito bem conseguido como figura, tornando-se muito atraente para coleccionadores destes temas ou mesmo para quem só gosta de Playmobil.


Em Janeiro o ano começa com mais uma aventura, desta vez com a Polícia submarina...o que será que vem por aí?


quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Cadernetas...Super Animais do Pingo Doce...

Já todos conhecem esta colecção dos super mercados Pingo Doce.
Provavelmente todos têm toneladas de cartas em casa e não sabem o que fazer com elas, agora que terminaram esta colecção.
Falar sobre uma colecção tão popular como esta é até meio louco agora que até já saiu a segunda colecção e que também já acabou. No entanto falo desta colecção porque é realmente uma grande ideia e para além do factor solidariedade com o Jardim Zoológico de Lisboa, esta é uma colecção que merece destaque num blogue como este principalmente pelo seu factor didáctico e por ser uma excelente ideia.


Esta caderneta, ou o Grande Álbum do Explorador, é desde o começo um festival de informação começando por ser apresentado pela Rita, uma personagem fictícia e alegadamente protectora dos animais. É esta personagem que vai levar o explorador deste álbum em aventuras de conhecimento, jogos e que explica tudo sobre como consultar as informações das cartas e dos diversos tipos de animais apresentados aqui nesta colecção.


Como já tinha referido, esta colecção tem o apoio do Jardim Zoológico de Lisboa e na compra do álbum o Pingo Doce contribuía com 0,20€ para o Fundo de Conservação do Jardim Zoológico. Caridade disfarçada de colecção.


As cartas contêm informação sobre os animais apresentados e subdividem-se em Os mais rápidos, Os mais resistentes, Os mais mortíferos, Os mais espertos, Os mais temidos, Os mais estranhos, Os mais sorrateiros, Os mais ruidosos e Os mais vistosos. Cada conjunto de cartas de cada categoria têm uma cor diferente totalizando 108 cartas.


O melhor desta colecção, para além das cartas com esta parafernália imensa de informação, dos jogos e passatempos apresentados em cada nova categoria é a possibilidade de podermos ouvir o som dos animais apresentados em cada carta.


Com o Álbum esteve também à venda um aparelho de sons a que chamaram Animal Fone.
Esta caixa de plástico, mais ou menos do tamanho de um Ipod, é nada mais nada menos que um pequeno conversor de sons que lê uma faixa de código de barras que se encontra na lateral de cada carta accionando assim a memória do aparelho e reproduzindo o som do animal que representa.
Existiram 4 aparelhos com decorações diferentes e encontrar este que tenho na minha colecção foi muito difícil na altura em que estavam à venda e no momento em que escrevo este artigo são artigos raros e caros.


Nesta colecção existem cartas especiais que representam os 5 grandiosos, ou seja, os animais considerados grandes entre os grandes. São as cartas mais raras desta colecção dos Super Animais e que representem o Leão, O Búfalo Africano, Rinoceronte Negro, Leopardo e o Elefante.
Esta é uma colecção a ter em conta e uma das mais populares destes últimos anos em que os diversos supermercados se lançaram em apresentar colecção atrás de colecção para aumentarem as visitas ao mesmo.
Foi até criada uma Aplicação para telemóvel ou Ipad onde, depois de descarregada, faz com que as cartas ganhem vida no ecrã apresentando o aspecto que têm os animais em inteligentes animações.
Penso que o grande impulsionador das colecções foi o LIDL que, com as suas diversas colecções tem lançado o povo em demandas enormes e em trocas mirabolantes por este país fora e principalmente nas redes sociais.

 Folheto explicativo da campanha Grande Álbum do Explorador, Pingo Doce.

Esta revela-se uma excelente colecção e que me divertiu como à muito não acontecia. Procurar as cartas, lançar-me na demanda das mais raras e ser companheiro de brincadeiras cá em casa com o Animal Fone.
Esta é uma grande ideia e uma excelente colecção.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Masters of the Universe...Buzz Saw Hordak...

Já vai fazer algum tempo que consegui este Hordak para a minha quase acabada colecção de figuras vintage de Masters of the Universe.
Quando a adquiri vinha sem acessórios e obriguei-me a ser paciente para poder mostrar aqui no blogue uma figura completa de Buzz Saw Hordak. No entanto e com o passar dos anos tornou-se muito difícil encontrar os acessórios e foi apenas à pouco tempo que consegui a capa e a arma desta figura tão rara de se ver por cá.

Página 10 do mini comic "Enter... Buzz Saw Hordak" 1987

Mesmo assim e depois de todos estes anos (penso que já tenho esta figura em meu poder vai fazer 2 anos) ainda não consegui encontrar a "Buzz Saw" que se esconde no seu peito e que é a razão de ser desta versão de Hordak.

Mesmo assim e depois de todo este tempo resolvi fazer ao contrário e publicar esta minha opinião sobre a figura na esperança de um qualquer leitor ter por casa esta peça dourada que iria completar esta figura.
Buzz Saw Hordak aparece no mercado em 1987, já pertencente a uma das ultimas linhas de Masters a sair para o mercado.

Buzz Saw Hordak é uma figura fácil de encontrar nos meandros da Internet mas por cá nunca vi nenhum exemplar (e já lá vão uns anos que colecciono e compro com regularidade figuras MOTU vintage...)
Aparentemente esta poderá ser confundida com uma figura normal de Hordak, mas atenção à "porta" que tem no peito e ao design do cinto que é muito diferente.
Estas são as únicas diferenças desta figura para a figura original de Hordak. Também vem com uma capa (que é montada numa peça que é também uma alavanca que acciona um mecanismo simples de pressão que tem como objectivo fazer saltar a Buzz Saw do peito)


O torso de Hordak é oco e é onde se esconde a Buzz Saw que nesta figura é a arma terrífica de combate às forças de He-Man (como se pode ver no mini comic que vinha com a figura intitulado Enter...Buzz Saw Hordak.)


A figura vem com a tradicional Besta da Horda e com a capa em vinil vermelho.
Ainda me está a faltar a Buzz Saw, como já tinha referido e que continuo a procurar para completar a figura.


Para uma figura com 30 anos está em muito bom estado.
Buzz Saw Hordak é uma grande conquista para qualquer coleccionador...não é fácil encontrá-lo por cá.